Aprendiz de mim!

05-01-2021

Eu rasguei meus planos no dia em que vi que já não era a mesma pessoa que os escreveu.

Planejo o que desejo, mas confio e aceito o improvável.

Eu desconstruí minhas verdades no dia que descobri que eram mentiras.

A certeza é que tudo se transforma, expande e isso me faz livre!

Eu cantei no dia que a melodia traduzia o que as palavras não podiam expressar o que eu sentia.

Meu corpo dança no movimento livre e no desejo infinito de permanecer no aqui e agora, meu melhor presente!

Eu já ri de desespero e chorei de alegria!

Transbordo o que meu coração, alma e corpo sente, isso faz parte de mim.

Eu já me encontrei quando achei que estava perdida. Caminho por onde desejo caminhar, experimento, vou, volto, paro, descanso, sigo, aprecio na alegria, observo na dor.

Descobri que ser normal não existe e por vezes o mais normal são minhas loucuras e isso é verdadeiramente natural.

Estou aqui para ser perfeitamente imperfeita! Ser o que sou essencialmente agora!

Eu já ouvi no silêncio as respostas para muitas perguntas e já perguntei sem querer ouvir a resposta.

Eu sinto por escolhas equivocadas, mas me orgulho pela coragem de caminhar do meu jeito.

Eu sou o que escolho ser e quando meus pés se cansam eu uso minhas asas.

Sou infinita possibilidades e me descrever me limita, meu desejo é ardente, a vida acontece agora e entre erros e acertos, vou indo e fluindo como estou!

Eu sou apenas uma alma, uma eterna aprendiz de mim mesma! 


Claudiane Teixeira - Janeiro/2021