Autodesenvolvimento. Uma jornada progressiva e expansiva.

29-01-2021

Durante a vida, todo ser humano é impulsionado a mudar, teu desenvolvimento físico, cognitivo e emocional acontece naturalmente, pois ao longo do caminho diversos fatores impulsionam esse processo.

"A maioria das pessoas pensa que o que elas veem "lá fora" é realmente o que está "lá fora", e o que o mesmo mundo está disponível para todos - tudo o que elas têm que fazer é olhar. Mas o que os estudos de desenvolvimento humano mostram é que, em cada nível de nosso desenvolvimento, realmente vemos, sentimos e interpretamos o mundo de formas totalmente diferentes." Ken Wilber.

A questão que esta jornada é progressiva e expansiva e escolher percorrê-la com autorresponsabilidade, é fundamental, pois assim nos apropriamos que temos os recursos disponíveis para esse caminho e o que não temos somos autoconfiantes para buscar.

Vale dizer que devido as condições de vida e potencial individual cada pessoa tem seu jeito e tempo para avançar e é fundamental aceitar e respeitar que seja dessa forma pois é assim que o caminho será fluído, leve e que tal alegre?

Em determinadas fases será necessário criar um caos consciente para desacomodar o que não serve mais e expandir as novas possibilidades e o momento de mudar de fase tem suas características e se você ficar atento à elas saberá a hora de investir tempo, energia e muitas vezes dinheiro em ações de desenvolvimento.

É importante que você saiba que cada fase também tem necessidades a serem preenchidas então, não adianta querer colocar os bois na frente da carroça, saiba onde está, o que quer e precisa no aqui e agora.

Um olho no peixe e outro no gato.

Ao longo da história da humanidade, diversos estudos sobre comportamento foram realizados e a partir disso teorias e metodologias foram criadas para apoiar, facilitar e acelerar o desenvolvimento humano, afinal conhecimento nos dá possibilidade de ação com mais assertividade.

De tudo que já vi, li e estudei as abordagens que mais demonstram, ao longo da minha experiência profissional e vivência pessoal, contribuir para uma visão integrativa são àquelas que falam sobre a consciência humana.

É óbvio que conhecer seu perfil comportamental, personalidade, forças, fragilidades é importantíssimo!

Porém, é através dos níveis de consciência que você caminha num processo evolutivo e este tem relação direta com suas condições de vida e é isso que vai te possibilitar ampliar visão sobre as escolhas e prioridades, o mar é o mesmo, mas estamos em barcos diferentes!

Segundo estudos da Dinâmica da Espiral, realizado por Ken Wilber e utilizada por Nelson Mandela para criar as condições e mudar a realidade e o sistema de valores da África do sul, apenas 1% da população mundial tem condições de assumir papel dominante para contribuir para a expansão de um nível de consciência humana integrativo e sistêmico, onde teremos a possibilidade de identificar claramente os níveis anteriores e as realidades e necessidades de cada um deles.

O diferencial deste nível é que o foco é VIVER e não SOBREVIVER como nos anteriores.

Esse nível surgiu há 50 anos, então, temos um caminho para percorrer para que socialmente possamos sentir os reflexos desta visão.


EXPLORAR MAIS CARACTERÍSTICAS DO NÍVEL AMARELO!

Se todo processo de mudança visa solucionar um problema existente, que problemas esse nível resolve?

Que turbulências podem acontecer para desacomodar?

Sensação de estagnação, confusão, emoções negativas, falta de perspectivas, sensação de contração

Que barreiras serão necessárias transpor?

Qual será a curva de aprendizagem para consolidar esse nível no mundo que fazemos parte?

Será uma inovação para a humanidade que benefícios teremos com a integração deste nível socialmente?

Quais características fará com que esse caminho seja mais leve e fluído?  


Claudiane Teixeira