Empodere-se!

27-04-2020

Diante da avalanche de mudanças que estamos vivendo, lidar com as emoções tem sido um desafio diário, construir algo a partir das inquietações e entrar numa frequência de aprendizado tem relação com o tempo e condições individuais, não há certo ou errado, melhor ou pior, bom ou ruim e isso tudo também tem relação com um belo exercício de empatia.

A mudança ocorre pelo amor ou pela dor, já dizia meu pai, então se está doendo, incomodando ou te motivando, fato é: você está com o incômodo da mudança.

"Sem dúvida, desnudar-se emocionalmente significa correr um risco muito maior de ser magoado. Mas, quando faço uma retrospectiva de minha própria vida e do que viver com ousadia provocou em mim, posso dizer com sinceridade que nada é mais incômodo, perigoso e doloroso do que constatar que estou do lado de fora da minha vida, olhando para ela e imaginando como seria se eu tivesse a coragem de me mostrar e deixar que me vissem."

Brené Brown no livro: A coragem de ser imperfeito.

O que pretende fazer?

Simplifique.

Se está achando que está difícil, identifique pequenas ações diárias.

Experimente.

Está como medo? Todos estamos, vai com medo mesmo, faça, observe, comemore seu avanço, identifique o que pode fazer melhor e experimente de novo.

Conecte-se.

Não tem ideia do que fazer? Converse com amigos, com aquela pessoa que te inspira, participe dos eventos que fazem sentido para você.

Empodere-se!

Você já tem o suficiente para fazer o necessário, sua vontade genuína de fazer é um grande diferencial, então vá!

"Viver com ousadia não tem nada a ver com ganhar ou perder. Tem a ver com coragem. Em um mundo onde a escassez e a vergonha dominam e sentir medo tornou-se um hábito, a vulnerabilidade é subversiva. Incômoda." Brené Brown